segunda-feira, 31 de maio de 2010

dois trabalhos.

Dois nordestionos. Um é cowboy.

Uma velhinha encurvada tem dificuldade de abrir sua barrinha de cereal contemporânea recupera-se do incômodo causado pelo guri de cabelos compridos sem vergonha que sugeriu a escada rolante.

Lá vai a tiazinha. Vózinha. Quase caiu. Saiu rapidinho. Com a bengala tateando. Teteando?
Ficaram os nordestinos. Tiram fotos posadas quase sexualmente dentro do trem. Parecem estar a passeio. Mas será que vieram em busca de trabalho?

Aqui não tem. Quem tem dois é o obreiro da quadra de basquete da Fabico.
Tem Home Theater, telona, casa própria. E trabalha na obra do estudo do solo do lado da escola Técnica. E na Vila Cruzeiro.

Luan, ou Thomas (apelido por causa do filme da Serra Elétrica), trabalha com bolinhas. De pó, maconha e pedra.

Às vezes dá 10 mil de lucro. Com 19 anos. Seu irmão trabalha como torneiro e o convidou para trabalhar na empresa em que ganha seu dinheiro.
Aceitou. Ainda mais que agora não precisa mais vender "salgados". Só agencia.

O guri é inteligente. Estudou até o segundo ano. Tem boa retórica e achava legal estudar. E fumar um antes da aula. Ou depois do trabalho. Até me convidou pra atividade, a qual aceitei prontamente.

Os ESTADOS ALTERADOS DE CONSCIÊNCIA aumentam. Falei sobre as dificuldades e erros da universidade. Não há espaço para experimentações. "Faça igual aos padrões da grande imprensa, mesmo ela sendo uma merda", grita a instituição UNIVERSIDADE para mim, enquanto os sussuros exaltados de "isso que se faz na grande mídia é uma merda, não é jornalismo, precisamos de um jornalismo verdadeiro, jornalista era de esquerda e ia pra rua fazer as reportagens, jornalismo é SUBVERSÃO..." do professor Ungaretti são seguidos por um grupo pequeno do corpo discente/doscente/que sente/não sente.

E ele entendeu. O Luan. O Thomas. Concordou que mesmo assim a universidade é importante por UNIR vagabundos que reclamam dos ensinamentos técnicos por preguiça/inconformidade/ócio.

Duas pontas e goles de ceva em copos de plástico.

ENCHAME.

2 comentários:

  1. EU ACHO que a universidade serve só pra unir os vagabundos que reclamam de tudo. e dai eles vão lá, se juntam e criam um BLOG, promissor, mas que não vai pra frente justamente por que são VAGABUNDOS. e eu não vou ficar corrigindo erros de português, google pra ti

    ResponderExcluir
  2. Who the fuck is Doctor Dép?

    I think I've heard some of this stories.

    Fumar um antes da aula. Outro depois do trabalho.

    Dale!

    ResponderExcluir