sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Silêncio da imprensa gaudéria depois do Grito.

Eu e milhares de pessoas cumpríamos nossas pacatas rotinas de percorrer o Centro de Porto Alegre em mais uma sexta-feira ao meio-dia. A desinformação sobre o acontecimento da manhã ocupava muitas cabeças, inclusive a minha, que se diz apoiadora da subversão.

O MC5 que tocava nos meus fones de ouvido não foram capazes de abafar o Grito dos Excluídos que tomava conta do lugar. A passeata que saiu da frente do antro de safadeza e pouca vergonha, o Palácio Piratini (quem dera fosse Pirata), cantava pela vida e pela melhoria de toda a situação social de merda que o país enfrenta.

A merda incluía o governo Yeda. É incrível como ainda se precisa chamar atenção para isso, mesmo depois de todo o país já saber de onde vem a casa da madame Crusius... E os mass media ainda ficam no acusa/não acusa...

Procurei incessantemente por membros dos grandes e duvidosos membros da grande mídia do Estado e não tive muito sucesso. Parecia que já tinham visto o bastante e ido para as suas redações aproveitarem o conforto dos seus ares-condicionados. Só me pergunto, condicionados a que?

Em meio a essa séria pesquisa de campo, só consegui achar um número inacreditável de policiais, todos com uma falta de expressão nos rostos. Talvez quisessem sorrir, mas não podiam. Estavam todos parados olhando pessoas pacíficas manifestarem suas dores de cabeça, enquanto descansavam das suas, não precisavam prender, bater, matar, revistar... Mas ninguém nos jornais comentou. Já o comentário “imparcial” de que a manifestação atrapalhou o trânsito e “esquecer” a posição da manifestação em relação ao governo do estado, o maior veículo de comunicação do Rio Grande não deixou de colocar em seu site. Mais um caso de “esquecimento”. Quanto alzheimer...

E o boneco da Yeda que foi queimado? Eu lembro de ver em todas emissoras do país uma réplica mal feita de algum ditador do Oriente Médio queimando numa manifestação longe daqui... Já o daqui, eu só lembro do cheiro e da fumaça, porque notícia ou foto só saiu na minha imaginação até agora.

*Realmente quero que o final desse post não tenha sentido amanhã e o povo de todo Rio Grande do Sul saiba que existe manifestações e problemas em seu estado.

Mais informações em: gritodosexcluidos

3 comentários:

  1. o transito, o transito... e como mata

    ResponderExcluir
  2. "Quanto alzheimer..." realmente nem tinha percebido como os políticos sofrem de alzheimer!
    o que pode ser feito?
    além de escrevermos em blogs e falarmos sobre isso em butecos?
    alguém em diz.

    ResponderExcluir